Página Selecionada

Nem casa, nem escritório: hábitos de trabalho pós-pandemia

Após mais de um ano de isolamento, é possível observar mudanças comportamentais consideráveis na sociedade. Uma delas, bastante significativa, foi o ganho de força do trabalho remoto.

No entanto, diferente do que se acreditava, o trabalho pós-pandemia não deve ser em casa e, muito menos, dentro do escritório.

trabalho remoto

A aposta é que os profissionais busquem por um terceiro local, como cafés e espaços de co-working.

Para chegar à essa conclusão, a empresa multinacional Accenture, uma das maiores empresas de consultoria do mundo, tanto em gestão como de tecnologia, realizou uma ampla pesquisa, com mais de 9 mil pessoas em pelo menos 19 países, com a finalidade de entender os efeitos da pandemia do COVID-19 nos hábitos comportamentais e de consumo.

Para Oliver Wright, diretor sênior e líder do grupo para o setor de bens de consumo global da Accenture, grandes catástrofes sempre trazem oportunidades e a pandemia proporcionou uma onda de inovação, com efeitos que deverão ser sentidos por algum tempo. Segundo ele, as empresas deverão estar atentas às novas necessidades e prioridades do público, sendo mais resilientes e ágeis diante destas mudanças.

De acordo com a pesquisa, 79% das pessoas entrevistadas observaram a necessidade de trabalhar em outro local, que não sua casa, nem o escritório. Inclusive, metade delas estaria disposta a pagar uma mensalidade de até 100 dólares para passar o expediente em outros espaços como hotéis, bares, cafés, entre outros com estrutura adequada a essa necessidade.

Diante desse cenário, algumas grandes companhias como a Petrobras já anunciaram que irão manter a flexibilidade, fazendo um revezamento entre dias de trabalho no escritório e dias de trabalho em locais diversos.

co-working

Apesar de ficar em casa ser bom, principalmente se levarmos em consideração a questão de deslocamento e trânsito, após um período de isolamento prolongado, é bastante provável que a vontade de trabalhar em um terceiro espaço seja um novo mercado para o setor de hospitalidade, por exemplo.

Ainda de acordo com a pesquisa citada, um hábito antes muito comum que poderá ficar no passado são as viagens de negócios, já que 46% dos entrevistados pretende diminuir pela metade os gastos com esse tipo de viagem.

trabalho remoto

Diferente das viagens de negócios, viajar para inovar o local de trabalho pode ser uma ótima alternativa para utilizar o trabalho remoto como ferramenta para se manter focado e produtivo no âmbito profissional.

Vários estudos já comprovaram que a possibilidade de unir o trabalho aos momentos de lazer pode contribuir para melhorar o rendimento do profissional. Com a facilidade do trabalho remoto, é possível escolher um local com estrutura adequada para realizar as tarefas ao mesmo tempo em que você poderá desfrutar de uma pequena viagem em família.

Gostou desse post? Então leia também Destination Coworking: como viajar sem abrir mão do trabalho e saiba como montar uma rotina disciplinada que permite dividir bem seus horários.

Neco & Rose Agrifoglio

“Dedicados a entregar a melhor experiência em hospedagem à beira-mar, casamentos, destination weddings e eventos na Fazenda Verde!”

BAIXE O E-BOOK!!

VAMOS JOGAR!!

Mandioca e Farinha

BAIXE O E-BOOK!

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!!

Inspiração? PINTEREST

× Eu posso te ajudar!