Página Selecionada

7 comidas típicas de Santa Catarina para incluir na viagem

7 comidas típicas de Santa Catarina para incluir na viagem

Viajar é sempre muito prazeroso. Ainda mais quando envolve conhecer a culinária da região em um verdadeiro tour gastronômico. Dentro desse contexto, as comidas típicas de Santa Catarina apresentam variações incríveis capazes de tornar sua experiência única.

Essa carismática região chama a atenção também por conta das belezas naturais combinadas com uma grande miscigenação cultural que reúne receitas alemãs, austríacas, italianas e até portuguesas. Ou seja, é garantia de bons pratos e de um roteiro de férias criativo que agrada a toda família. 

Quer saber mais? Vamos mostrar 7 comidas típicas de Santa Catarina para experimentar durante sua viagem. Acompanhe: 

1. Eisbein

 

O estado de Santa Catarina tem fortes raízes européias e isso se traduz diretamente na culinária. A principal prova está no Eisbein. O prato é o mais tradicional entre a colônia alemã com uma mistura de sabores para quem ama carne suína. Se trata de joelho de porco cozido ou à pururuca acompanhado com chucrutes e batatas cozidas com bacon. 

 

Uma delícia, não é mesmo? O melhor de tudo é que pode ser preparado frito, cozido ou assado. Tudo depende, na verdade, do tipo de prato servido pelo restaurante. O formato mais conhecido, no entanto, gira em torno de cozinhar o joelho de porco por cinco horas e adicionar uma série de temperos, como folha de louro, pimenta da Jamaica e gominho.

2. Kasller 

Esse é outro prato de origem alemã que é obrigatório para os visitantes da região sul. Vale lembrar que além da influência germânica, essa receita também tem alguns traços austríacos. De modo geral, na parte central de Santa Catarina, existe uma cultura muito forte vinda da Áustria que contribui para a diversidade da culinária. 

A composição do Kasller é feita por bisteca de porco defumada e grelhada, acompanhada por chucrutes e purê de batatas com bacon. Em alguns locais, você pode encontrar a iguaria servida empanada. Entre os catarinenses, também é chamada de chuleta de porco e basta pedir sugestões de harmonizações que os locais apresentam várias possibilidades para agradar aos paladares mais exigentes.

3. Salsichas alemãs 

A tradição catarinense envolve comer as salsichas alemãs com mostarda e uma boa cerveja. São tantas variações de sabores e formatos que é possível fazer um tour gastronômico segmentado durante uma viagem de férias, por exemplo. 

Os nomes também costumam variar bastante de acordo com as regiões. Entre os mais conhecidos estão Weisswurst, Bratwurst e Rostbratwürste.Uma curiosidade interessante é que em alemão não existe diferença entre salsicha e linguiça. 

A colônia germânica chama o prato de Wrust. Para quem busca opções de degustação em família, o melhor caminho é experimentar a tradicional salsicha seguida por um pretzel e equilibrar os sabores na medida certa. 

4. Hackepeter

Muito semelhante ao kibe cru, essa iguaria surpreende por apresentar uma proposta mais suave ao paladar. Os ingredientes são, praticamente, carne moída e uma infinidade de temperos. Entre os clássicos estão azeite, pimenta de diferentes tipos, mostarda e até conhaque em alguns casos. 

Tradicionalmente, na Alemanha, o prato é servido com carne de porco. Já em Santa Catarina, pode ser encontrado também em variações de carne bovina. Outro diferencial está em incluir acompanhamentos de pães artesanais que equilibram os sabores e tornam a experiência de consumo única. 

5. Mit Rotkohl

O repolho roxo é a principal estrela deste prato que traz ainda maçã, vinagre, açúcar e canela. Normalmente servido com carnes gordurosas, salsichas e batatas cozidas, o vegetal preparado de maneira diferenciada é uma alternativa aos paladares que não se adaptam ao chucrute tradicional. Ao se aventurar na mistura de doce e salgado, a iguaria também vai muito bem com receitas leves. 

Agora você já conhece as principais comidas típicas de Santa Catarina. Para quem está em busca de um bom roteiro de férias em família, saiba que incluir um tour gastronômico alternado com dias de praia é o segredo do relaxamento. Assim, além de conhecer novos sabores e degustar um bom vinho, ainda existe a chance de aproveitar o mar na hora de revigorar as energias. 

6. Tainha escalada com pirão de farinha de mandioca

A tainha é um dos símbolos da gastronomia catarinense. É um produto local e encontrado abundantemente nos meses de inverno desde restaurantes sofisticados até ranchinhos de pescadores. Há muitos modos de preparo, mas um é bastante autêntico: a tainha escalada. Este é o jeito manézinho de secar o peixe ao sol, salgado e aberto pela espinha. Depois é só colocá-lo na brasa e apreciar seu sabor.”

 

7. Ostras

Santa Catarina é quem mais cultiva ostras do Brasil, 97,9% da produção nacional. Em Florianópolis, no Ribeirão da Ilha, é a região que concentra o maior número de fazendas marinhas de ostras do país. Lá fica o Ostradamus, um dos raros restaurantes no país a servir ostras depuradas.

 

Então leia também sobre vinhos e acompanhamentos que harmonizam perfeitamente com a praia.

Sobre o Autor

Neco & Rose Agrifoglio

“Dedicados a entregar a melhor experiência em hospedagem à beira-mar, casamentos, destination weddings e eventos na Fazenda Verde!”

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!!

× Eu posso te ajudar!