Ter um cãozinho é sempre uma alegria para a família. No entanto, às vezes os animais de estimação demoram a se adaptar à nossa rotina. Por isso, é importante saber como animar um cachorro que vive em espaços fechados — como apartamentos. 

Embora algumas pessoas até duvidem que existe depressão canina, a verdade é que mudanças bruscas de comportamento são sinais de que há algo errado. A tristeza ou solidão podem comprometer a qualidade de vida do pet.

E é sobre como manter a alegria do seu cachorro que vamos falar hoje. Confira as dicas a seguir!

Crie uma rotina fora do apartamento

É normal que você passe o dia no trabalho e só consiga ver o cão à noite. Mas mesmo que a rotina seja intensa e você chegue cansado, é importante estabelecer uma prática ao ar livre. Sempre que possível, faça caminhadas com o cachorro ao redor da quadra ou mesmo dentro do condomínio.

Grande parte do estresse que o animal de estimação desenvolve está relacionado à energia armazenada. Por não conseguir gastar, o bichinho acaba tendo um comportamento desanimado ou irritadiço. O exercício regular contribui para gastar essa disposição.

Ensine novas brincadeiras 

Outros sintomas comuns de tristeza do cachorro são: falta de apetite e isolamento. Ele pode até mesmo rejeitar o próprio dono. Por isso, é importante criar e manter estímulos diferentes. 

Tenha em mente que parte do instinto animal é dedicado à exploração. Assim, novas brincadeiras vão mostrar ao pet que ele ainda recebe a devida atenção. Com um espaço reduzido, vale usar objetos que estimulem o olfato e permitam que o cachorros se sinta útil. Também é importante investir em mordedores — eles relaxam e diminuem os latidos.

Invista em enriquecimento ambiental

O conceito ainda não foi completamente estudado, no entanto, o enriquecimento ambiental deve ser prioridade para quem tem pets trancados por muito tempo. Se trata de uma forma de ocupar a mente e o físico do cachorro para que ele não se sinta entediado ou triste.

Além dos períodos de brincadeira, é importante construir um ambiente cheio de tarefas para o bicho de estimação. Pode ser algo simples, como dar um osso para roer ou, mais detalhado, como criar uma trilha de petiscos até a tigela de comida.

Essa sensação de ter que farejar pela comida vai dar uma nova razão de interesse a ele. O processo de descoberta será útil para criar uma atmosfera mais tranquila e feliz.

Dê recompensas pelo bom comportamento

A atenção é uma das coisas mais importantes para um cachorro. E, muitas vezes, ele vai sentir esse carinho por meio de recompensas. Criar o hábito de elogiar o cãozinho e lhe dar um biscoitinho por bom comportamento vai fazer muita diferença. 

Esse reforço positivo é essencial — especialmente quando a tristeza canina se traduz em raiva e isolamento. Trata-se de um estímulo para que o animal entenda que será beneficiado se agir de forma diferente. 

Leve para passear na praia 

Lembre-se da última vez que você foi caminhar na praia. A sensação de relaxamento é imediata, não é verdade? E isso não se resume a humanos. Afinal, mais do que um ambiente tranquilo, a praia é também um espaço amplo, onde o cachorro pode brincar livremente.

Mesmo que os passeios sejam mensais ou apenas nas férias, já serão muito eficientes para a saúde mental do pet. 

Para quem vive em ambiente fechado, como apartamentos, é essencial saber como animar um cachorro. Dessa forma, será possível ter um animal de estimação saudável e que vai te receber bem após o dia de estresse no trabalho.

E se você está buscando uma oportunidade de relaxamento para você e seu bichinho, aproveite para ler nosso artigo sobre como se preparar para frequentar uma Pousada Pet Friendly na Praia do Rosa! São várias dicas para fazer uma viagem segura ao lado do seu animal de estimação!