A rotina está cada vez mais atribulada e o excesso de trabalho pode prejudicar sua saúde. Para quem se dedica ao universo empreendedor, por exemplo, é muito comum ter uma agenda de compromissos que vai além dos horários tidos como comerciais.

O grande problema, no entanto, é que mais cedo ou mais tarde essa conta chega acompanhada de prejuízos significativos ao bem-estar mental. Sendo assim, você precisa aprender a equilibrar as atividades para lidar de maneira correta tanto com os afazeres corporativos quanto com os momentos de descanso em família.

E é sobre como manter seu corpo e sua mente saudáveis em meio ao estresse do dia a dia que vamos falar agora. Acompanhe:

Tenha cuidado com a Síndrome de Burnout causada pelo excesso de trabalho

Muito comum em profissionais que trabalham sob pressão intensa, a síndrome de Burnout se estabelece aos poucos. Ela representa os sinais de estafa que surgem quando seu cansaço atinge um nível elevado de exaustão. A partir disso, você passa a sentir alguns sintomas incômodos: 

  • sensação de esgotamento físico e mental;
  • dor de cabeça frequente;
  • dificuldade para se alimentar e dormir;
  • falta de concentração;
  • irritação e mau humor;
  • sentimento de negatividade, insegurança, derrota e fracasso.

Há casos em que até mesmo a pressão arterial fica alterada, acelerando também os batimentos cardíacos. É o corpo avisando para reduzir o ritmo e a você precisa escutá-lo antes que a situação se agrave ao ponto de exigir um afastamento.

Mesmo que o trabalho seja sua paixão é importante que ele não domine sua vida. Um estudo publicado pelo European Heart Journal concluiu que trabalhar acima de 10h por dia aumenta em 60% as chances de sofrer com doenças cardíacas. Sem contar que a sobrecarga está diretamente ligada aos quadros de depressão, ansiedade e insônia. 

Estabeleça e respeite suas prioridades

Além de distúrbios e enfermidades, o excesso de trabalho afeta também as habilidades sociais. Quem dedica muitas horas semanais à vida profissional tem dificuldades em seus relacionamentos interpessoais por conta do excesso de estresse.

Para quem é casado, essa situação se torna ainda mais grave pela possibilidade de resultar em divórcio e distanciamento dos filhos. Por isso, é indispensável sempre ter suas prioridades muito bem definidas. Isso não significa que você precise ficar mais em casa, necessariamente. A questão envolve garantir que esse tempo seja de qualidade.

Uma dica simples é se policiar para fazer uma refeição do dia ao lado da família. E ainda melhor se puderem cozinhar todos juntos. Esse respiro será importante na hora de reforçar laços e também de relaxar a mente. 

Tire férias regularmente

Férias existem por uma razão. Os níveis de produtividade caem após muito tempo envolvido em uma mesma tarefa. O que acontece é que o estresse cria uma situação de alerta na mente e esse instinto costuma ser desativado de maneira automática quando você desacelera. 

Entretanto, se o excesso de trabalho prevalecer, o corpo fica em alerta constantemente e não consegue se desligar. Assim, outras habilidades — como criatividade e elaboração — acabam comprometidas. Para unir o útil ao agradável, uma viagem em família para o litoral costuma ser uma das melhores opções durante as férias. 

O contato com o mar e atividades mais radicais, como o surfe, fazem com que corpo e a mente relaxem. Além disso, é uma oportunidade de passar um tempo de qualidade ao lado de quem se ama.

Ter um dia a dia muito acelerado pode ser ótimo para os negócios. Contudo, é importante equilibrar os compromissos e não deixar que o excesso de trabalho prejudique a saúde. Felizmente, com alguns cuidados, é possível manter a qualidade de vida, com corpo e mente sãos. 

E se você percebeu que está precisando viajar, leia também nosso artigo sobre a Praia do Rosa e conheça esse balneário repleto de belezas naturais excelente para férias em família.