Página Selecionada

Afinal, como fazer uma boa harmonização de cervejas?

Afinal, como fazer uma boa harmonização de cervejas?

Se você é um amante de boas bebidas, certamente, sabe que a harmonização de cervejas pode ser muito mais interessante do que se imagina. Isso acontece pela possibilidade de combinar diferentes rótulos com pratos especiais capazes de agradar até mesmo os paladares exigentes.

O importante é ter em mente que as experiências gastronômicas são uma maneira muito divertida de passar tempo em família e aproveitar os dias de descanso em uma viagem, por exemplo. Assim, ao se interessar pelo assunto, você pode não só ter um novo hobby como também se aventurar na cozinha. 

Quer saber mais? Vamos mostrar dicas essenciais para aprender a harmonizar cerveja. Acompanhe: 

Construa novos sabores

Algumas pessoas bebem cerveja sem sentir o seu sabor. Por muito tempo, os vinhos tinham o papel principal quando se falava em harmonização. No entanto, a mistura entre água, malte, lúpulos e leveduras oferece também nuances interessantes e permite criar combinações únicas.

O que acontece é que o amargor da bebida pode, por exemplo, realçar o sal de uma carne. Consequentemente, a refeição fica mais rica e marcante naturalmente. Além disso, é possível planejar diferentes temperos e garantir novas experiências apenas por meio dessa combinação planejada. 

De forma simples, isso significa que harmonizar um tipo de cerveja com determinado prato vai torná-lo mais saboroso. Além disso, funciona como um entretenimento que ajuda a relaxar e curtir mais as refeições.

Identifique os ingredientes do rótulo 

O ponto de partida para uma boa harmonização de cervejas é saber o que você está ingerindo. Ler o rótulo é o primeiro passo. Afinal de contas, por meio dessas informações fica mais simples saber algumas questões indispensáveis para definir o que mais agrada ao seu paladar. Veja, a seguir, as principais:

  • teor alcoólico;
  • tipo de fermentação;
  • ingredientes utilizados;
  • grau de amargor;
  • cor da bebida.

Para quem não costuma ler as embalagens de cerveja, cabe mencionar que algumas características são informadas na forma de siglas internacionais. O amargor, por exemplo, é explicado pelo IBU (International Bitterness Unitis), uma unidade internacional de medida. Já ABV (Alcohol by volume) representa a quantidade de álcool presente na receita.

Conheça os 3 tipos de harmonizações  

Após compreender quais são os ingredientes presentes na cerveja, é hora de determinar como será feita a combinação entre bebida e comida. Como existem muitas variáveis na composição e nos sabores é possível escolher entre 3 tipos de harmonizações:

Harmonização por semelhança

Nessa categoria, entram pratos e cervejas que possuem ingredientes parecidos. A subjetividade é muito importante na combinação. Vale considerar acidez, tons frutados, condimentos e doçura. Também é interessante avaliar a leveza e as cores, por exemplo. 

Imagine, portanto, que uma cerveja mais leve funciona melhor com uma salada durante férias na praia. Ou que um rótulo de malte torrado será muito bem-vindo com um bolo de chocolate meio amargo. 

Harmonização por contraste

Doce e salgado podem conviver harmoniosamente. Isso significa que sabores contrastantes formam uma excelente base para novas combinações. Na prática, se torna uma boa ideia unir a cerveja mais doce com um prato picante. Ou uma amarga com algo doce.

Outra união infalível é a da alta acidez com receitas mais gordurosas. As nuances diferentes ajudam a suavizar os elementos de destaque. Além disso, fica mais simples identificar o que mais chama a atenção ao paladar. 

Harmonização por complemento

Essa é considerada uma harmonização um pouco mais complexa, pois exige conhecimento de ingredientes. É uma forma de combinar cerveja e alimento para tornar seu sabor mais intenso. Os critérios são sutis, mas podem ser inspirados por algo que todo mundo sabe que funciona.

Pense em café com leite, por exemplo. Uma cerveja escura combina com bolo ou torta de doce de leite. Da mesma forma, uma bebida mais ácida será o complemento perfeito para os sabores frutados em uma combinação que se relaciona ao famoso queijo com goiabada. 

Construa uma sequência correta na harmonização de cervejas

Além de definir o melhor tipo de harmonização de cerveja para o seu paladar é essencial considerar uma sequência adequada de estilos. Começar a refeição com uma cerveja com 45 IBU significa muito amargor. Logo, se você beber uma opção mais leve em seguida, vai comprometer o sabor.

Agora, se a intenção é experimentar estilos variados, comece sempre com as menos complexas. Dessa forma, os elementos mais intensos não vão comprometer a experiência. Sem contar que se você começar com os teores alcoólicos mais altos, ao final da refeição todo mundo já vai estar um tanto alcoolizado sem aproveitar a harmonização.

Escolha os alimentos adequados 

Para uma combinação eficiente, não é apenas a cerveja que importa. Os alimentos também são essenciais na hora de potencializar o sabor. Se você adora as Indian Pale Ale, as famosas IPA, abuse das pizzas com recheios mais gordurosos ou com um bom churrasco.

Outras combinações alimentares que funcionam são:

  • Weiss com frutos do mar e queijos suaves;
  • Stouts com receitas com chocolate;
  • Malzbier com alimentos doces;
  • Amber Lager com frango assado e carnes brancas em geral;
  • Pilsen com pastéis e aperitivos leves;
  • Rauchbier com feijoada e embutidos.

Para quem ainda não conhece muito de harmonização de cervejas, a dica é fazer testes a partir de combinações comprovadas. Dessa forma, fica mais fácil treinar o paladar para criar novas misturas. 

Busque novas experiências 

Lembre-se de sua última viagem. Qual foi a refeição mais marcante? Comer bem faz parte da diversão e ajuda a criar memórias positivas. Dessa maneira, investir em harmonizações que permitam experimentar novos sabores e fugir do comum é uma maneira de enriquecer os momentos em família

Ao considerar as próximas férias, lembre-se que Santa Catarina é considerada referência quando o assunto é cerveja pela grande quantidade de produtos artesanais. Ao visitar o estado, você pode tanto curtir as praias locais quanto aproveitar um verdadeiro tour gastronômico.  

A harmonização de cervejas vai além de simplesmente beber enquanto se alimenta. Se trata de uma forma de conhecer e criar combinações inéditas para o paladar além do vinho. O resultado são experiências únicas e otimização de sabores que você não sabia que poderiam ser ainda melhores. 

Gostou das nossas dicas sobre como harmonizar a bebida preferida dos brasileiros? Aproveite para compartilhar este artigo e convidar os amigos para conhecer as marcas que você mais gosta de uma forma diferente.

Neco & Rose Agrifoglio

“Dedicados a entregar a melhor experiência em hospedagem à beira-mar, casamentos, destination weddings e eventos na Fazenda Verde!”

BAIXE O E-BOOK!!

VAMOS JOGAR!!

Mandioca e Farinha

BAIXE O E-BOOK!

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!!

BAIXE O E-BOOK!!

PINTEREST CASAMENTOS

Pinterest Fazenda